O Que é o Takt Time?

O que é o Takt Time?

O takt time indica a velocidade com que você precisa fabricar um produto para satisfazer os requisitos do cliente. Especificamente, é o tempo decorrido entre começar a trabalhar em dois itens consecutivos.

Empresas Lean usam a métrica do takt time para ajustar a velocidade das linhas de produção e definir os processos JIT. Assim podem atender perfeitamente a demanda de seus clientes e manter um fluxo contínuo através do sistema.

Como calcular o takt time?

Sendo o takt time o tempo total de trabalho disponível dividido pelo número de unidades demandadas por um cliente, determinar seu valor não deve ser difícil, contanto que você tenha dados precisos em mãos.

Passo 1: Reúna informações sobre o tempo de trabalho disponível

A fórmula pode se basear no tempo disponível em um dia, uma hora, uma semana, etc., dependendo do que for melhor para o seu processo. Descubra quantas horas existem de tempo de trabalho.

Passo 2: Obtenha dados sobre o número de unidades demandadas

Quer seus clientes façam pedidos repetidos, quer necessitem números variáveis de produtos a cada iteração, você precisa conhecer o valor total exato, com antecedência.

Passo 3: Divida os dois números

Finalmente, divida o valor de tempo de trabalho disponível pelo número de unidades solicitadas pelo cliente. O número obtido revela a frequência com que cada item precisa ser produzido.

Exemplo

Atividade Valor diário
Tempo total de trabalho 8 horas
Almoço 0,5 hora
Manutenção 1 hora
Unidades demandadas 10

O tempo disponível será de
8 x 60 minutos = 480 minutos, menos os 30 minutos de intervalo e 60 minutos de parada.
O que resulta em 390 minutos de tempo total de trabalho disponível.
Portanto, o takt time é de 390/10. Isso sugere produzir um item a cada 39 minutos para o sistema atender à demanda do cliente.

Takt time x tempo de ciclo x tempo de espera

O cycle time descreve quanto leva para produzir uma unidade de certo produto, do início ao fim – ele considera apenas o tempo efetivo de trabalho. O takt time depende de quão cedo o cliente precisa do produto e calcula o tempo total para concluir a entrega. Já o tempo de espera é o tempo decorrido entre o cliente fazer o pedido e recebê-lo, incluindo filas de produção, retrabalho e transporte.

Você poderia pensar assim: o tempo de ciclo mede a oferta, o takt time descreve a demanda, enquanto que o tempo de espera lida com o fluxo interno e a eficiência do processo.

Por que você deveria medir o takt time?

Porque o takt time está ligado à frequência e à quantidade de produto que seu cliente demanda, cálculo que permite medir a velocidade com que você precisa trabalhar para satisfazer o cliente. Se sua equipe produzir muito lentamente, o cliente pode preferir negociar com outro. Se você fabricar demais ou muito rápido, o estoque aumentará, levando ao desperdício e à redução dos lucros.

Além disso, o takt time dá aos gestores e colaboradores uma indicação de como as coisas estão progredindo. A equipe e o gerente podem ver facilmente se estão atrás ou à frente do ritmo de produção necessário.

O takt time deve ser semelhante ou levemente superior à taxa de produção, que mede quanto tempo leva para produzir um item. O takt time indica quanto tempo deve levar.

O que você pode fazer para melhor atender ao takt time do processo?

Há algumas coisas que você pode fazer para chegar mais perto de alinhar o processo ao takt time calculado:

  • Mapeie seu fluxo de valor, otimize os processos
    Examine seu fluxo de valor, tentando encontrar meios de remover desperdícios e otimizar ações para corresponder ao takt time. Inserir o takt time em cada elemento do fluxo de valor mostra o padrão com o qual você está trabalhando aos acionistas e colaboradores.
  • Conduza uma iniciativa 5S
    Com frequência, implementar o 5S reduzirá o tempo de ciclo e aumentará a taxa de produção, o que possibilitará chegar mais perto do takt time.
  • Conduza um Heijunka
    Um desafio comum com o takt time é que ele pode variar de pedido para pedido. Depois de otimizar seus processos, seria benéfico pensar em introduzir um Heijunka. A técnica pode nivelar os pedidos do cliente, também contribuindo para sua produção permanecer uniforme. Monitorar o takt time pode ajudá-lo a medir o grau de maturidade do Heijunka em sua organização, já que ele é estritamente relacionado aos pedidos do cliente. A colaboração direta entre você e seu cliente lhe ajudará a entender melhor o takt time e simplificar alinhá-lo ao seu processo.
  • Aumente a flexibilidade de produção
    Finalmente, se os processos estiverem otimizados, outro fator que você poderia verificar seria aumentar a agilidade da sua produção, permitindo adaptar-se melhor às flutuações de takt time. Para isso, talvez seja necessário introduzir acordos de trabalho flexíveis (p. ex., realocação sob demanda da mão-de-obra interna ou contratar trabalhadores temporários externos) – tudo para alinhar perfeitamente a produção ao takt time variável. Entretanto, certifique-se de tomar essas medidas apenas quando necessário, pois um aumento no número de colaboradores e equipamentos, em um processo já ineficiente, pode agravar ainda mais o problema.

Principais benefícios em aderir ao takt time do cliente

Ao trabalhar visando manter o melhor alinhamento possível entre a sua produção e o takt time necessário, você irá:

  • otimizar seu fluxo de processo e reduzir paradas por meio da identificação mais rápida de gargalos e baixo desempenho,
  • entregar ao cliente de maneira oportuna, previsível e confiável,
  • minimizar o excesso de estoque.